Desapego, categorização e economia: estes são apenas alguns dos ensinamentos do método KonMari, desenvolvido pela japonesa Marie Kondo, no seu livro A mágica da arrumação – que já vendeu mais de 2 milhões de cópias ao redor do mundo. Mas o que a técnica tem de especial? Segundo a organizer, se você o pratica do jeito certo, consegue superar a bagunça doméstica de uma única vez.

O método de ter uma casa clean, com espaços limpos está relacionado com o estilo de vida minimalista, onde você abre mão do que realmente não precisa e mantém apenas os itens que lhe despertam alegria e façam sentido na sua rotina. Você precisa pegar o objeto e se perguntar “Isso me traz felicidade?”, se a resposta for negativa, desapegue! Isso ajuda a criar novos espaços dentro do ambiente e facilita a organização.

Esse método de organização exige que você passe por todos os seus pertences e faça a reflexão que citamos. E, segundo Marie Kondo, você precisa prestar atenção nessa hora e separar os objetos por categorias. Conforme explica a expert, existem cinco classificações: roupas, diversos – que incluem itens de cozinha, banheiro, brinquedos das crianças, etc -, livros, papéis e objetos sentimentais. Só depois de classificar todos os objetos, você deve se preocupar com a organização dos cômodos – com tudo separado e classificado, fica mais fácil distribuir nos espaços da casa.

Quando se tratam das roupas, o KonMari propõe que você dobre-as com as mãos, no intuito de se “comunicar” com cada peça e entender o valor que ela tem pra você – assim, você é capaz de julgar a necessidade de mantê-la na sua vida. Além disso, você deve dobrá-las em formatos de retângulos e de forma dupla (quase como um rolinho). A ideia é que as peças fiquem na posição vertical e mais visíveis, facilitando a hora de escolher o que vestir, sem esquecer do que você tem no armário.

Já quando o assunto é objetos, a organizer sugere que você não utilize caixas ou itens empilháveis, isso pode ajudar na volta do acúmulo de coisas. O ideal, assim como com as roupas, é deixar tudo bem visível para que você tenha ideia do que tem dentro de casa. Além disso, o hábito de “empilhar” não é uma boa ideia, principalmente quando você precisa pegar algum objeto que está na base da pilha.

Outra dica é: mantenha o silêncio durante a arrumação. Isso ajuda você a se concentrar e a criar uma conexão consigo mesmo e com o lugar em que você vive. Se você não gosta da ideia, escolha músicas mais tranquilas para ouvir durante a prática.

Pronto para colocar o método em prática e organizar sua casa? Não esqueça que os móveis planejados são aliados nessa hora: com toda a funcionalidade que oferecem, ajudam você a colocar os objetos e a casa em ordem com mais facilidade.

fonte: italinea